Notícias

Horário de Verão tem início no domingo

Tem início no domingo (15) o horário de verão. Os relógios deverão ser adiantados em uma hora nos Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Bahia, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e no Distrito Federal.

Segundo o Ministério de Minas e Energia, o horário de verão será mantido em 2017. O fim do horário de verão chegou a ser avaliado pelo governo, depois que um estudo do Ministério apontou queda na efetividade do programa, já que o perfil de consumo de eletricidade não estava mais diretamente ligado ao horário e sim à temperatura, com picos de consumo nas horas mais quentes do dia. Para 2018, o governo deve fazer uma pesquisa para decidir se mantém ou não o horário diferenciado nos próximos anos.

Desde 2008, o horário especial dura em média 120 dias e vigora até o terceiro domingo de fevereiro do ano seguinte, que em 2018 será no dia 18 de fevereiro, quando os relógios serão atrasados em uma hora. No Brasil, o horário de verão foi instituído pela primeira vez no verão de 1931/1932, pelo então presidente Getúlio Vergas, durando quase seis meses.

Segundo Richard Martins Bueno, da Supervisão de Operação da Distribuição da DMED, é importante a população continuar fazendo a sua parte e economizando energia. “Embora não haja um grande impacto econômico-financeiro com o horário de verão, a proposta é válida. Por isso, é importante que a população esteja consciente sobre a necessidade de economizar energia, principalmente nesse período de estiagem, podendo fazer isso com ações simples, aproveitando ao máximo a luz natural e reduzindo a potência de aparelhos, como chuveiros e aquecedores, por exemplo”, explica.

Quem Somos

As empresas do Grupo DME são: empresas públicas, ou seja, capital 100 % público; constituídas sob a forma de sociedade anônima, pois esta é a única forma societária que permite às empresas terem somente um acionista; e de capital fechado, ou seja, não poderão negociar seus valores mobiliários no mercado, constituídas nos termos da Lei Complementar Municipal n.º 111, de 26/03/2010.

 

Links

Boletim DME

Redes Sociais